Educação Financeira, Investimentos, Série Renda Fixa

Debêntures [Série Renda Fixa]

Série Renda Fixa - Debêntures - Texto 01

A debênture é uma forma de empresas captarem recursos, seja para aumentar o capital, financiar algum projeto ou pagar uma dívida. É uma alternativa ao financiamento bancário e a injeção de capital através de seus acionistas. Nesse caso, a empresa recorre a investimentos de terceiros.

🤓 Curiosidade:
A palavra Debênture vem do Latim DEBENTUR - “são devidos”, do verbo DEBERE, “dever”.
No Brasil, as debêntures foram uma das primeiras formas de captação de recursos por meio de títulos e a serem regulamentadas pela legislação brasileira, ainda na fase do Brasil Império.

Para nós, investidores, as debêntures são uma forma de emprestar dinheiro para empresas e recebermos o retorno através do pagamento de juros, da mesma forma que fazemos com os Títulos Públicos (que emprestamos dinheiro para o Governo) e com CDBs (que emprestamos dinheiro para os bancos).

Rentabilidade

Prefixada: Aqui a rentabilidade é definida no momento da aplicação, ou seja, a taxa de juros que irá definir quanto seu investimento renderá no período escolhido já fica estabelecida.

Exemplo: Deb. FLU U TAEE33 – Taxa: 8,07% a.a. – Vencimento para 2024.

Pós-fixado: Nessa modalidade é definida uma taxa de referência (atrelado ao CDI, IPCA ou IGP-M normalmente) para estipular a rentabilidade. Dessa forma o investidor só saberá quanto rendeu o investimento no momento do resgate.

Exemplo: Deb. FLU U SAIP11 – Taxa: 125% CDI – Vencimento para 2025.

Híbrido: Na modalidade híbrida há uma junção duas modalidades anteriores. Ou seja, o retorno desse investimento será baseado no cálculo de uma taxa de rendimento prefixada acrescida de um valor variável definido por alguma taxa de referência. É muito utilizado para investimentos de médio e longo prazo, já que a maioria dos índices utilizados nessa modalidade estão atrelados à inflação, assim o investidor garante uma rentabilidade real acima dela no longo prazo.

Exemplo: Deb. FLU U VALE29 – Taxa: IPC-A + 6,16% – Vencimento para 2026.

Tipos de debêntures

Simples: São as debêntures comuns, que pagam apenas os juros acertados no momento do investimento.

Conversíveis: São debêntures que podem ser convertidas em ação da empresa no final do período do investimento ou em algum outro prazo estipulado pela empresa. Pode ser uma boa opção quando o investidor acredita no crescimento da empresa ao longo do tempo.

Permutáveis: Funcionam de maneira similar às conversíveis, com o diferencial de que as podem ser convertidas para uma ação de outra empresa, diferente da emissora.

Incentivadas: São debêntures emitidas por empresas do setor de infraestrutura (logística, aviação civil, transporte, saneamento básico, energia, mineração ou telecomunicações) e que por gerarem benefícios para a população possuem como incentivo a isenção de IR.

Risco

O maior risco quando se investe em debêntures é o risco de crédito, que é o risco da empresa não pagar o que deve pelo investimento. Por isso é preciso uma boa análise de crédito da empresa antes de realizar o investimento visando diminuir o risco do calote.

⚠️ Importante: O investimento em debêntures não possui proteção do FGC - Fundo Garantidor de Crédito.

Outro ponto para se levar em consideração é o risco de liquidez, já que as debêntures costumam ser investimentos de médio e longo prazo. Nesse caso, o dinheiro deve permanecer investido até a data de vencimento para garantir a rentabilidade contratada, caso contrário, se o investidor decide resgatar o valor antes do prazo, terá que revender o papel a preço de mercado podendo ter prejuízo caso o valor esteja abaixo do esperado no dia da negociação (é o que chamamos de risco de mercado).

Tributação

A tributação nesse tipo de investimento funciona da mesma forma que para os outros investimentos de Renda Fixa, seguindo a tabela regressiva do IR e IOF, exceto para as Debêntures Incentivadas, que como dito anteriormente, são isentas de imposto.

Tabela Regressiva de Imposto de Renda
Tabela Regressiva de IOF

🔜 No próximo post da Série Renda Fixa vou te ajudar a realizar o seu primeiro investimento em Debêntures, te ensinando como comparar as propostas da corretora e um passo a passo para seguir.

🤯 Mande suas dúvidas pelo e-mail ou nas redes sociais. 
Se você gostou do material disponibilizado curta e compartilhe pra ajudar esse conteúdo a chegar a mais pessoas.
Obrigada por me acompanhar por aqui! 🤗

💡 Posts interessantes pra você:  Tesouro Direto – O que é e como funciona / Investindo em CDBCMN, BC, CVM, Selic… o que é tudo isso???

📬 Assine a newsletter do blog e receba os posts no seu e-mail assim que forem publicados. 😉

Leave a Reply

Theme by Anders Norén

%d blogueiros gostam disto: