Educação Financeira, Finanças

Finanças pessoais x Finanças empresariais

Os problemas financeiros são culpados por boa parte das dificuldades enfrentadas pelos empresários. Administrar bem as contas e o dia a dia do negócio são tarefas que precisam de atenção e dedicação para se alcançar o sucesso.

Uma dica básica para quem está começando é não misturar as finanças pessoais com as do negócio. Esse é um erro muito comum, principalmente de quem trabalha como autônoma. 

Antes de ser um empreendedor, todos nós somos humanos e estamos sujeitos a passar por dificuldades, crises e imprevistos na vida pessoal e profissional. É fundamental que nos preparemos para superar esses momentos sem recorrermos ao dinheiro da empresa, afinal as finanças pessoais nunca devem ser misturadas com as da empresa (esse é um erro que custa muito caro!).

Para facilitar as coisas, defina um salário para você. Esse salário é conhecido como pró-labore e deve ser justo e compatível com a realidade financeira da empresa. A ideia de ser o dono do negócio pode acabar criando uma ilusão de que é possível retirar quanto dinheiro bem entender do caixa da empresa a qualquer momento e essa é uma atitude que leva muitos negócios à falência.

Ao estabelecer o valor do seu pró-labores você precisa se atentar ao fato de que o lucro obtido pela empresa deve ser calculado de forma correta, considerando os gastos diretos e indiretos no período, considerando as obrigações futuras da empresa. Separe ainda uma quantia para investir na melhoria dos seus processos, como marketing, estudos e novas tecnologias. 

💡 Posts interessantes pra você:  Reserva de Emergência / A importância de ter um Planejamento Financeiro

📬Assine a newsletter do blog e receba as atualizações no seu e-mail. 😉

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: